Hotel Castrum Villae
Conheça Castro Laboreiro

A ocupação humana de Castro Laboreiro remonta ao longo passado de quatro ou cinco sete mil anos, nesta região desenvolveram-se sucessivamente duas grandes culturas que atingiram um grau elevado de civilização, a cultura dolménica e a cultura castreja.

Aqui pode encontrar-se, ainda hoje, mais de uma centena de antas ou dolmens (uma das maiores concentrações de dolmens da Europa), alguns menores, a cremadora (a Poente da vila), (onde se incineravam os cadáveres para serem recolhidas as cinzas em vasilhames de barro no mesolítico); Castros, de há dois mil e quinhentos anos, pinturas e gravuras rupestres.

O castelo teve funções defensivas desde o início da criação da nação, e apesar de já existir antes disso, tornou-se português e em 1141, era composto por três pátios e uma torre de menagem, a qual devido ao rebentamento de uma paiol de pólvora foi destruída.

Castro Laboreiro é uma vila portuguesa do concelho de Melgaço, situada em pleno parque nacional peneda gerês, na serra da peneda, a 965m de altitude, com 89,29km2 de área e 726 habitantes (2001), densidade populacional: 8,1H/KM2.

Em Castro Laboreiro existem 44 aglomerados populacionais, que se dividem em brandas, inverneiras e lugares fixos. As brandas localizam-se nas franjas do planalto situado a norte, entre 1100 e 1150 metros de altitude, ao longo do curso médio das linhas de água, encontram-se os lugares fixos, entre os 950 e 1050m. Mais abaixo, na base dos vales, em áreas muito irregulares e de difícil acesso, encontram-se as inverneiras, entre 700 e 800m de altitude.

Este conjunto de valências associadas ao atendimento sempre hospitaleiro das gentes raianas, são a garantia de uma estadia confortável para mais tarde recordar e a garantia da vontade de regressar.

Pontos de interesse
Durante a sua estadia descubra a região
1. Castelo de Castro Laboreiro
A praticamente 1000 metros de altitude, e localizado em pleno sistema montanhoso da Peneda-Gerês, numa linha interior da fronteira entre o Alto Minho e a zona de influência de Ourense, o castelo de Castro Laboreiro é um dos mais emblemáticos monumentos militares nacionais, mais pela localização geográfica aberta aos planaltos galegos, que pela sua pretensa importância no quadro da história militar portuguesa.
2. Pelourinho e Igreja Matriz
No campo da monumentalidade construída, merecem finalmente destaque o pelourinho, de 1560, que é monumento nacional, e a Igreja de Santa Maria da Visitação ou Igreja Matriz de Castro Laboreiro, imóvel de interesse público, que foi construída primitivamente no século XII, em estilo românico. O coro, a torre e a capela-mor datam de 1775 e ostentam o estilo joanino ou de D. Maria Pia. Possui uma magnifica pia batismal, do século XII, e preciosas imagens que abrangem um largo período que vem desde o século XIV até ao século XVII.
3. Festas e Romarias
_ Senhora da Visitação e São Bento – 13 de Julho
_ Senhora dos Remédios – Agosto
_ Santa Maria (Vila) – Primeiro Domingo de Julho
4. Cão de Castro Laboreiro
O cão de Castro Laboreiro é uma raça de cão portuguesa de grande tamanho, originário da freguesia de Castro Laboreiro. Um grupo de criadores e apaixonados da raça, de diversos pontos do país, conscientes do perigo de extinção deste animal dócil, valente e extraordinário guarda, fundaram a Associação Portuguesa do Cão de Castro Laboreiro, (APCCL) com sede na freguesia.